Place de Grève: parar é falar

Na frente da prefeitura de Paris há uma praça que um dia se chamou "Place de Grève". Greve, provavelmente, por conta da qualidade do terreno, com muito cascalho. Por volta do século XII, foi construído um porto onde as margens do Sena se encontravam com a praça. Palco de fogueiras e guilhotinas, executando hereges e … Continue lendo Place de Grève: parar é falar

Anúncios

O Processo (Kafka)

"Diante da lei está um porteiro. Um homem do campo chega a esse porteiro e pede para entrar na lei. Mas o porteiro diz que agora não pode permitir-lhe a entrada. O homem do campo reflete e depois pergunta se então não pode entrar mais tarde. -É possível – diz o porteiro – mas agora … Continue lendo O Processo (Kafka)

A autonomia do individuo e o desvio como exceção

Na Inglaterra, há uma multa de 80 libras para quem acionar os freios de emergência de um trem sem que haja necessidade. Em Munique, aquele que for flagrado utilizando transporte público sem ter comprado a passagem antecipadamente, pagará uma multa algo próxima a 40 euros. O comportamento dos cidadãos desses países não deixa a desejar. … Continue lendo A autonomia do individuo e o desvio como exceção